Urban Outfitters

Em 1970, Richard Hayne, 23 anos, formado em antropologia, começou a vender roupas com um toque de boemia e coisinhas antigas em uma pequena loja na Filadélfia, Pensilvânia. Com o tempo, seu modesto negócio cresceu para se tornar a Urban Outfitters, uma empresa de capital aberto que possui e opera cinco marcas de varejo: Urban Outfitters, Anthropologie, Free People, Terreno e Leifsdottir. Atualmente, a linha de produtos tem evoluído a partir de inspirações bem humoradas , fofas, vintage, boêmias, retrô e kitsch para incluir marcas de luxo e diversas colaborações de nomes do design.

Em 2004, surgiu a idéia de criar uma espécie de “campus unificado” já que um parque comum de escritórios não era uma opção: Hayne queria um lugar condizente com o espírito das suas mercadorias! Assim, adquiriu cinco prédios abandonados no Philadelphia Navy Yard e contratou o escritório de Minneapolis Meyer, Scherer & Rockcastle para transformar as estruturas abandonadas em um ambiente inspirador para cerca de 600 funcionários.

Os arquitetos tiveram vários princípios orientadores para o projeto de 285 mil metros quadrados, começando por deixar as cicatrizes dos edifícios: aço, pintura e elementos enferrujados permaneceram, e um amplo material foi reutilizado. Outra prioridade foi garantir que cada escritório e estúdio de design promovessem a criatividade. Em todos os cinco edifícios, os interiores possuem layout aberto, são repletos de luz e possuem um ambiente descontraído, uma atmosfera quase informal. Os tecidos são utilizados em larga escala e realmente transmitem o conceito da companhia.

O projeto em si é maravilhoso, que fez uma síntese ultra bem-sucedida entre arte, cultura, arquitetura, design e tecnologia e tem impactado positivamente todo o Navy Yard. Um bairro novo e criativo, com agências de publicidade, designers gráficos e fotógrafos está crescendo ao redor do varejista.

Por essas e por outras que a Urban é a Urban.

Fotos: Reprodução
Mais aqui e aqui.

This entry was posted in Eu ♥ ..., Inspirações, Vale a pena visitar... and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.